Você está aqui
Home > Destaque > Os passos do equilíbrio: conheça o N/A

Os passos do equilíbrio: conheça o N/A

Grupo Neuróticos Anônimos funciona há quatro anos em Londrina e busca, através do diálogo, uma melhor convivência social

O grupo Neuróticos Anônimos (N/A) é uma irmandade formada por homens e mulheres de diferentes idades e classes sociais, que se reúne para compartilhar suas experiências pessoais e profissionais em busca de uma cura mental. Estes problemas emocionais passam pela angústia, pela ansiedade e até mesmo pela insônia. Para o grupo, ‘neurótico’ seria qualquer pessoa cujas emoções interferem em seu comportamento social.

Tudo começou em 2011, quando a administradora de empresas Stella Macedo buscou ajuda para o seu marido Paulo, que havia sido diagnosticado com depressão. Sabendo que seu irmão participava de um grupo semelhante ao N/A na cidade de Campo Grande (MS), Stella encontrou apoio em Apucarana. “A princípio, eu comecei a frequentar o grupo apenas para ajudar o Paulo. Com o tempo, comecei a participar e vi que precisava de ajuda tanto quanto ele”, diz Stella.

Viajando frequentemente para Apucarana, o casal londrinense resolveu trazer o N/A para Londrina em 2013, instalando-se em uma das salas da Paróquia São Vicente de Paulo. Mesmo utilizando as instalações da Paróquia, o grupo considera-se ecumênico. “Temos ligação com a paróquia porque frequentamos a comunidade. Porém, o encontro é totalmente ecumênico”, afirma Paulo, que também ressalta o anonimato do grupo. “Não expomos nossos membros. E tudo o que é debatido aqui, não se fala lá fora”.

O encontro
Com o lema “Só por hoje evitarei o descontrole emocional”, o N/A segue uma metodologia semelhante à utilizada pelos Alcoólicos Anônimos (AA), com 12 passos, sendo que um passo é reunião por reunião. Os passos vão desde a admissão de um problema emocional, passando pela “reparação” dos danos causados a terceiros devido às neuroses, até a prática dos princípios trabalhados em reunião nas atividades do dia-a-dia. O programa não tem um fim determinado, já que no término do décimo segundo passo, o grupo volta a debater o primeiro no encontro seguinte.

Nos encontros – que reúnem entre 10 a 15 pessoas – são realizadas leituras e debates, que podem ser sobre o tema do dia, além de outros assuntos como família e trabalho. O importante, segundo Paulo e Stella, é garantir a total liberdade de expressão. “Quando um fala, o outro não interrompe. Damos a possibilidade da pessoa dividir com o grupo algo que a incomode”, comentam. “A nossa terapia é a troca de informação. Ninguém chega para você e diz o que deve ser feito. Com os depoimentos a gente ajuda a crescer”, completa o casal.

A palavra de quem participa
O motorista A.R, de 58 anos, participa do N/A em Londrina há quatro anos. Pai de três filhos, ele diz que entrou no grupo quando era taxista, e atendia uma família que possuía um filho com problemas mentais, levando-o ao médico sempre que era preciso. “Escutei no rádio sobre o N/A e pensei nesta pessoa que precisava de ajuda. Comecei acompanhando ela e, participando dos encontros, me identifiquei. Todos nós temos pontos negativos que precisam ser melhorados. Hoje, falamos sobre os nossos problemas ao grupo, nos ajudamos e somos coadjuvantes de outras histórias”, afirma.

Há dois meses, alguns membros de longa data do N/A formaram um núcleo do programa na Capela Santa Luzia, na zona norte. Mesmo com o crescimento, Paulo explica que ainda existe certa resistência por parte da população. “Muitas pessoas passam por aqui, assistem uma ou duas reuniões e não aparecem mais. O termo ‘neurótico’ é rotulado de uma forma negativa. Não será vindo em apenas uma reunião que você estará curado. É todo um processo”. O casal ressalta que mesmo sendo os organizadores, eles também se consideram parte do grupo que busca apoio mental e emocional.

O N/A está em 24 estados de todo o país. No Paraná, além de Londrina, o grupo se encontra nas cidades de Apucarana, Arapongas, Astorga, Cascavel, Curitiba, Guarapuava, Jaguapitanga, Maringá, Paranavaí e Ponta Grossa.

Serviço
O N/A Londrina se reúne todas as sextas-feiras, às 19h30, em uma das salas pastorais da Paróquia São Vicente de Paulo. Informações com a coordenadora Stella pelo telefone (43) 9 9991-8095.

Por Edson Neves

Artigos similares

Topo