Você está aqui
Home > Capela Nossa Senhora do Carmo > Um pedaço de história – Capela Nossa Senhora do Carmo

Um pedaço de história – Capela Nossa Senhora do Carmo

Comunidade na zona sul de Londrina é um exemplo vivo de que “a união faz a força”

 

Assim como a Capela Mãe da Divina Providência, a história da Capela Nossa Senhora do Carmo também se deu no início dos anos 2000. O jardim Nova Esperança ainda era um bairro novo, com poucas casas no local. Alguns ministros da Paróquia São Lourenço (no bairro de mesmo nome) começaram a visitar o bairro no mesmo período para iniciar os trabalhos em comunidade. Agora vinculada à São Lourenço, a capela – que ainda não trabalhava sob nenhum nome – organizava as celebrações e reuniões nas casas dos moradores com a ajuda das lideranças da Paróquia.

Celebrando nas casas, a população do Nova Esperança recebeu de uma loteadora a doação de oito terrenos para a construção da capela. O local já estava selecionado, porém, ainda faltava recursos. Em 2003, com a população do local crescendo, o suporte à comunidade se intensificou com a construção do Monte Carmelo, localizado no mesmo bairro, sendo que a primeira turma do noviciado dos freis carmelitas começou a trabalhar na capela. A ajuda agora vinha de dois lados.

As missas nas casas e em espaços improvisados – como em cima de caminhões – prosseguiram por mais um ano. Em uma destas celebrações, realizadas sobre um caminhão estacionado em frente ao terreno doado, o então Arcebispo na época, Dom Albano Cavallin, colocou a pedra no Cruzeiro. Ainda neste período, a imagem do padroeiro visitava as casas dos moradores.

O início da construção da capela se daria entre os anos de 2006 e 2007, quando ocorreu a troca de párocos na Paróquia São Lourenço. Com o padre Jorge Arias, a estrutura do local foi sendo erguida e se transformou inicialmente em um espaço comunitário. Ali, realizavam-se além das celebrações, festas da comunidade, velórios, atendimentos na área da saúde e atividades com idosos. Em relação à manutenção do espaço, pequenas reformas eram feitas com o dinheiro arrecadado do dízimo.

Buscando uma maior “identidade” à capela, a comunidade realizou na festa da padroeira – já batizada como Nossa Senhora do Carmo – em 2009, uma bela procissão de colocação no sacrário. O nome, aliás, se deu devido à proximidade com o Monte Carmelo e a ajuda que os freis carmelitas prestavam para a capela.

Ainda vinculada à Paróquia São Lourenço, em 2013 a Nossa Senhora do Carmo começou a receber suporte da Paróquia São Vicente de Paulo com a organização de festas (como Natal, Páscoa, Festa Junina e Dia das Crianças, por exemplo), sendo que os recursos financeiros advindos dos eventos sendo integralmente revertidos para a construção da igreja. O auxílio vicentino também veio na parte pedagógica, com materiais e formações para aprimorar o ensino da catequese às crianças. A pastoral da escuta também exerce as suas atividades na capela.

Em janeiro de 2015, ocorreu o desmembramento da capela em relação a Paróquia São Lourenço, com a Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Km 9) assumindo a administração. Alguns meses depois, em abril, a pedido do Arcebispo Dom Orlando Brandes, os carmelitas assumiram o trabalho pastoral e espiritual da comunidade, enquanto a Nossa Senhora Aparecida do Km 9 fica responsável pela parte financeira e documental.

Hoje, o espaço da Nossa Senhora do Carmo possui, além da área de celebração, uma sala do dízimo, cozinha e despensa. A área para ensino da catequese ainda é improvisada. Por isso, as aulas ocorrem em três lugares diferentes: na capela, no Monte Carmelo e nas casas dos catequizandos.

Em abril de 2017, com recursos e doações da São Vicente, a futura igreja começou a ser construída, ocupando quatro dos oito terrenos inicialmente doados. Nesta obra, estão inclusos outros cômodos como salas de catequese e auditório. O atual espaço voltaria a ser um centro comunitário. A intenção da capela é de se tornarem independentes estruturalmente até 2018.

Uma tríade formada por Monte Carmelo e Paróquias São Vicente de Paulo e Nossa Senhora Aparecida (Km 9) fazem com que famoso o ditado popular “a união faz a força” tenha sentido concreto dentro da capela Nossa Senhora do Carmo.

O dia de Nossa Senhora do Carmo é comemorado no dia 16 de julho. A capela Nossa Senhora do Carmo fica localizada na rua José Faneco, número 170, no Jardim Nova Esperança, zona sul de Londrina.

Por Edson Neves

Topo